Facebook Twitter RSS E-mail

O 'novo' São Paulo do 2° semestre

Depois de ter feito um 1° semestre irregular e muito instável, o São Paulo conseguiu se acertar e definir um esquema de jogo, muito se deve as fundamentais mexidas tanto táticas quanto técnicas do técnico Ney Franco.
Sacou Douglas (lateral de ofício) da lateral direita e improvisou o zagueiro Paulo Miranda que no 1° semestre foi contestadíssimo pela torcida (e chegou até a ser sacado do time que iria jogar naquela ocasião pelo presidente), a mexida deixou esse setor menos frágil, e o jogador tomou conta da posição , vindo até a ser elogiado por suas boas atuações. Colocou Wellington ao lado de Denílson, os dois agora formam a dupla de volantes do time e conseguiram das um pegada ao meio campo, pegada essa que vinha sendo muito cobrada desde o técnico até aos torcedores, isso também no 1° semestre. E a entrada do 'ligeirinho' mais conhecido como Osvaldo, que vem fazendo bons jogos ao lado de seus companheiros de ataque Lucas e Luis Fabiano (que justamente com Fred, dividem a artilharia do campeonato brasileiro com 15 gols cada um).
Também podemos destacar a providencial entrada de Rafael Tolói na zaga tricolor, o zagueiro veio do Goiás, conseguiu se acertar depois de alguns jogos ao lado de seu companheiro de zaga Rhodolfo e instabilizaram a defesa, sendo a melhor defesa do campeonato no 2°turno e alcançando o 4° lugar na tabela (dentro do G4).
E isso sem falar na volta do capital Rogério Ceni, que operou o ombro e ficou afastado meses, na volta tomou alguns gols que foram suas falhas, mas agora já mantém o nível "Rogério Ceni" na meta são paulina.
Claro que os jogadores foram e são os principais motivos da reação do time no campeonato, mas temos que dar méritos ao excelente trabalho do técnico Ney Franco até o momento.

Loucas Saudações!


GOSTOU? CURTA!