Facebook Twitter RSS E-mail

O desafio de contratar: como os clubes se viram na luta por atletas

Das dicas de amigos ao uso de softwares, clubes têm estruturas muito diferentes para sobreviver em um mercado que vive revolução

Esta reportagem analisa como os 20 clubes da Série A do Campeonato Brasileiro contratam e como funciona o mercado no qual eles agem. No infográfico abaixo, clicando em cada escudo, o leitor terá um resumo da política e dos mecanismos usados por cada equipe para buscar reforços, além de uma lista dos atletas adquiridos depois de o Brasileirão ter começado - e a situação de cada contratação no elenco.
A pesquisa indica que contratar não é difícil. Difícil mesmo é contratar bem. E contratar bem pede uma estrutura voltada para isso. Dentro deste panorama, surge a notícia boa e a notícia ruim. Primeiro a boa: os clubes brasileiros já perceberam que é fundamental profissionalizar a caça por reforços. A ruim: é um processo que ainda engatinha em boa parte das equipes do país.
Info FLUXOGRAMA CONTRATACOES (Foto: infoesporte)

Tecnologia encurta caminho para contratações

Wyscout. Soccerassociation. MF10players. Os três termos podem soar estranhos para os leigos, mas fazem parte do dicionário de parte dos responsáveis por contratações nos principais clubes brasileiros. São os nomes de sites especializados em otimizar o processo de observação de jogadores. Eles formam um banco de dados com informações detalhadas sobre atletas de tudo que é canto. Dirigentes remunerados mergulham nas páginas em busca de detalhes sobre boleiros que possam interessar ao clube para o qual trabalham.
montagem contratações (Foto: Reprodução)
Ficou interessado em ler a matéria completa do Globoesporte? Clique aqui.
GOSTOU? CURTA!